O que é um marketplace?

6 minutos para ler

Hoje existem várias formas de vender de forma online, se você está pensando em adentrar o mercado digital já se deparou com a opção de vender através de marketplaces. Este é um dos formatos mais rentáveis para começar a operação ou até mesmo expandi-la.

O que é Marketplace?

Para melhor compreensão vamos imaginar da seguinte forma: você decide abrir uma loja física e há duas possibilidades. 

A primeira é o modo mais conhecido, em que você investe em um espaço próprio. Já a segunda opção você investe em um espaço em uma loja colaborativa ou em shopping center, em que é paga apenas uma comissão pelo espaço.

No ambiente virtual o primeiro formato se equipara às lojas de e-commerce próprias e o segundo seria os marketplaces. Ou seja, Marketplace são sites – prestadores de serviços – que estão entre os vendedores e os consumidores.

Para entender melhor, assista ao vídeo abaixo, onde o Bruno de Oliveira explica a diferença entre Loja Virtual e Marketplace.

Dentre os sites desta categoria, existem três formatos, o modelo vertical, horizontal e global:

  • No modelo vertical são comercializados produtos e serviços de diversas fontes, mas todos do mesmo gênero.
  • O modelo horizontal são comercializados diversos produtos e serviços mas todos compartilham um atributo.
  • Já o modelo global é mais conhecido, são comercializados produtos e serviços de todos os tipos.

Quais as vantagens de um marketplace?

As vantagens em anunciar os produtos nesse tipo de site são diversas, tanto para o consumidor quanto para os vendedores.

Os consumidores que preferem marketplaces têm diversas vantagens, como uma variedade maior de produtos, a possibilidade de consultar os preços e formas de pagamento, benefícios que a plataforma disponibiliza pelo volume de compra, sem contar no respaldo que a plataforma garante com o sistema de mediações e devoluções.

Já os vendedores de marketplace tem vantagens parecidas:

Visibilidade e Marketing

Sites de marketplace são grandes vitrines de produtos e retêm um gigante fluxo de usuários, a maior plataforma no Brasil registra 10 compras a cada segundo.

Estar nestes sites com anúncios de qualidade reduz o investimento operacional focado em marketing e SEO que teria em um site próprio, uma vez que a plataforma já direciona o marketing para gerar mais vendas.

As próprias plataformas garantem um sistema de visibilidade para o lojista de acordo com a sua pontuação. Esta nota é gerada a partir do número de devoluções, bom atendimento prestado, entre outros valores, o que dá a oportunidade para todos fecharem vendas.

Vendas

A diversidade de usuários é uma garantia de que há espaço para todos. Ao pesquisar por itens de interesse, o usuário irá se deparar com diversas ofertas, marcas, condições de pagamento e entrega, e com certeza em uma das páginas encontrará a melhor opção para o que procura.

Uma boa reputação nas métricas de cada plataforma, anúncios de qualidade, participação nas campanhas promocionais é garantia de sucesso para quem anuncia em marketplaces.

Custo operacional

O custo para manter um negócio através das plataformas de marketplace é muito menor, já que não é necessário investir em domínio e construção de site próprio, custos de marketing, taxas de pagamento etc.

As taxas de venda costumam ser diferentes entre as plataformas, e ficam em torno de 9.5% a 30% sobre cada venda, tudo dependendo do formato de negócio de cada site.

Índices do vendedor

Para que as vendas através de marketplaces sejam saudáveis financeiramente é preciso ficar atento às métricas da plataforma diariamente.

Para atribuir uma boa reputação aos vendedores, muitas plataformas consideram o número de vendas subtraído pelo número de devoluções dentro de um período determinado.

É importante que esses índices sejam respeitados, além dos prazos de postagem e de resposta ao consumidor. Desta forma você garantirá as melhores oportunidades de vendas nestas ferramentas.

Mas afinal, vale a pena estar em plataformas Marketplaces?

Para responder esta pergunta é importante saber quais são as necessidades da operação que será criada.

Criar e vender através de um ou vários marketplaces exige cuidado e investimento, por mais que sejam menores. 

É importante que a marca não fique apenas vinculada e dependente da imagem dos marketplaces, mas sim que se crie uma estratégia de reconhecimento e fidelização dos consumidores.

Há muitos casos de grandes varejistas que começaram apenas com contas em sites de marketplaces e em pouco tempo expandiram suas operações e hoje atuam inclusive com site próprio.

Os marketplaces possibilitam que consumidores cheguem mais facilmente a “lojas desconhecidas”, mas que há grande potencial de crescimento pois tudo está atrelado à qualidade dos produtos e serviços ofertados.

Aposte no atendimento como diferencial

É comum que marketplaces tenham maior reconhecimento que os anunciantes, logo, é preciso criar uma estratégia de fidelizar clientes os atraindo para fora das barreiras da plataforma.

Confira algumas dicas úteis de como fazer isso de forma eficiente em um Marketplace.

Atendimento como prioridade

Sem dúvidas o atendimento é chave para muitos negócios. É através dele que os clientes criam confiança e dão credibilidade a uma marca.

Investir em um atendimento encantador, canais de atendimento dedicados e em uma equipe de atendimento proativo focada em solucionar os problemas mais rápido, farão com que as avaliações do perfil anunciante sejam melhores atraindo novos clientes.

Programa de fidelidade

Mesmo que as plataformas de marketplace já possuam seus próprios programas de fidelidade, é possível criar um exclusivo.

A partir de um sistema de gestão que registrem as vendas ou por meio do envio de cupons de descontos junto às vendas, que podem atrair clientes para a sua loja virtual.

Branding e marketing de relacionamento

Quando o assunto é reconhecimento e fidelidade, é importante ter em mente que cada ponto de contato é primordial. Sendo assim uma embalagem com a marca, o envio de carta de apresentação com os canais de contato, o envio de um catálogo com seus produtos podem atrair o consumidor a querer conhecer mais sobre a marca.

Abordagem nos Canais de Atendimento
Posts relacionados

Deixe um comentário