Black Friday 2020: o que devemos esperar?

Maria Vittorello | agosto de 2020

A Black Friday é uma das datas mais esperadas do ano – tanto para as lojas quanto para os consumidores. Porém, sabemos que a pandemia do Covid-19 mudou consideravelmente o cenário mercadológico. Confira nesse artigo quais as expectativas para a Black Friday 2020 e como sua marca deve se preparar.

Black Friday 2020 e pandemia: o que mudou?

Black Friday 2020 & pandemia

Com o início da quarentena, muitas empresas tiveram que se adaptar ao cenário digital. Por isso, para aquelas que ainda não trabalhavam no contexto online, os impactos foram muito maiores. Sem sombra de dúvida, a pandemia acelerou o processo de transformação digital.

Em contrapartida, muitos e-commerces não apenas mantiveram suas atividades, como até aumentaram seus resultados durante o período. Dessa maneira, muitos deles até chegaram a conquistar números que antes eram esperados apenas durante a Black Friday.

Isso porque para evitar aglomerações, muitas pessoas perderam o receio de comprar pela internet. Assim, podemos afirmar que a pandemia aumentou consideravelmente o número de compradores online. 

Porém, é importante lembrar que os consumidores também foram afetados negativamente pelo novo coronavírus. E, uma parcela considerável deles até perdeu seus empregos, reduzindo o seu poder de compra.

De uma coisa não temos dúvidas, a Black Friday 2020 vai ficar para a história.

O que podemos esperar da Black Friday 2020?

Da mesma forma que as vendas online aumentaram durante a quarentena, as marcas esperam que isso se mantenha na Black Friday 2020. 

É importante destacarmos que muitos consumidores esperam o ano todo pela data para conseguir bons descontos. E por ela ser próxima do Natal, muitos já aproveitam para fazer as compras de fim de ano. 

Assim, mesmo que o contexto mercadológico tenha sido afetado pela pandemia, as empresas devem oferecer produtos e preços atrativos durante a Black Friday 2020. Como resultado, os clientes se sentirão menos impactados pela crise e continuarão abertos à compra.

Mas, o que os números dizem? Segundo uma sondagem realizada pela área de Pesquisa e Audiência do UOL AD LAB, em parceria com a MindMiners, 69% das pessoas disseram ter intenção de consumir produtos e serviços na Black Friday. Parece bom, mas esse número foi de 80% em 2019.

Além disso, entre os motivos que desestimulam o consumo na Black Friday 2020, temos: 

  1. Contenção de gastos por causa da pandemia (42%);
  2. O cliente não está precisando de nada no momento (26%);
  3. O consumidor não acredita nos descontos divulgados (17%);
  4. O cliente não acha os descontos da Black Friday atrativos (10%).

Black Friday 2020: prepare-se para a data

Como falamos, a Black Friday é uma das datas mais importantes para o mercado. Por isso, é indispensável que as empresas se preparem com antecedência para tirar o melhor dela. 

Confira agora nossas principais dicas de como sua marca pode se preparar para a Black Friday 2020:

  1. Conheça o comportamento de todos os seus clientes (tanto dos antigos, quanto dos novos);
  2. Ofereça um bom serviço de atendimento;
  3. Fique de olho no estoque e nos prazos de entrega;
  4. Mapeie os riscos e tenha planos de ação;
  5. Confira se a plataforma de seu e-commerce tem um bom desempenho;
  6. Invista em promoções e ações de Marketing.

Veja o que cada uma delas quer dizer:

1. Conheça o comportamento de todos os seus clientes

Black Friday & comportamento do cliente

Podemos dizer que um dos primeiros passos para alcançar bons resultados é fazer ofertas relevantes aos clientes. Mas, antes disso, é fundamental conhecê-los.

Dessa maneira, sua marca deve estar atenta a dois tipos de clientes: os novos e os que a pandemia deslocou para o ambiente online. Assim, é primordial entender quem são seus consumidores e quais os seus hábitos digitais para poder conquistá-lo e fidelizá-lo.

Caso contrário, esses compradores não se sentirão seguros para prosseguir com a compra e abandonarão o carrinho. Principalmente, os novos consumidores online, que provavelmente terão mais dúvidas.

2. Ofereça um bom serviço de atendimento

Oferecer treinamentos à equipe de suporte também é uma ótima prática. Isso porque seus operadores devem estar aptos para lidarem tanto com as questões dos consumidores que já mantinham hábitos online, quanto daqueles que comprarão pela primeira vez.

Por isso, uma boa dica é ser transparente com sua base. Essa prática é essencial para conquistar a confiança de seus consumidores e até fidelizá-los. Lembre-se de que a Black Friday é uma ótima oportunidade para aumentar tanto seu número de clientes, quanto seu lucro. Já que esses consumidores continuarão fazendo negócio com você.

Quer saber quais as outras dicas de atendimento na pandemia? Então, confira o vídeo de nossa Coordenadora de Suporte e Onboarding, Monique Reis, sobre como preparar sua operação em uma época tão incerta quanto essa.

3. Fique de olho no estoque e nos prazos de entrega

Nunca deixe de conferir seu estoque e se atentar aos prazos de entrega! Afinal, não tem nada pior do que ficar interessado em um produto e saber que ele já se esgotou, né? Ou mesmo esperar vários dias para recebê-lo. Lembre-se de que tudo isso faz parte da experiência do cliente e está totalmente relacionado ao seu futuro dentro da empresa.

Um bom exemplo nesse caso é a Greve dos Correios que começou em agosto de 2020. Esse pode ser um fator determinante para possíveis atrasos nas entregas. Portanto, se atente ao prazo que sua empresa deu ao cliente e nunca prometa o que você não pode cumprir. Sabe quando falamos sobre transparência? Pois é, essa é uma boa hora para usá-la!

Além disso, não se esqueça de que uma das principais vantagens da Black Friday é queimar estoque. Então, avalie as vendas que você fez esse ano e libere espaço para o novo.

4. Mapeie os riscos e tenha planos de ação

Toda data no varejo está sujeita a problemas, mas a Black Friday 2020 é especial. O momento é muito incerto e as regras impostas pelos governos variam de semana a semana. 

Por isso, para cada risco possível tenha vários planos de ação. De preferência, um pessimista, um moderado e um otimista. Faça o possível para que a primeira impressão que esse novo cliente vindo da Black Friday tenha com a sua marca seja boa!

Lembre-se: problemas comuns podem ganhar uma grande proporção em datas como a Black Friday. Principalmente essa, em que os ânimos devem estar à flor da pele. 

Para se ter ideia, segundo a pesquisa da NeoAssist sobre Atendimento na Pandemia, para os líderes de atendimento, a principal causa de insatisfação dos clientes tem sido por conta deles estarem mais ansiosos quando comparados a épocas anteriores.

Desse modo, esteja, de fato, preparado para toda e qualquer situação que poderá ocorrer durante a Black Friday 2020, ok?

5. Confira se a plataforma de seu e-commerce tem um bom desempenho

Além de tudo, ter atenção na performance da plataforma também é essencial para receber a Black Friday. Já que neste período, a quantidade de compradores geralmente aumenta consideravelmente. 

Em contrapartida, caso seu site não esteja pronto para lidar com um número alto de usuários, eles não perderão tempo e procurarão a concorrência.

6. Invista em promoções e ações de Marketing

Black Friday 2020 & promoções

Como ainda vivemos um período de crise, na Black Friday 2020, os compradores buscarão bons preços e condições. Então, por que não conquistar novos consumidores com descontos na primeira compra? Ou entrega grátis acima de um determinado valor? São práticas como essas que poderão fazer o cliente optar por sua marca ao invés do concorrente.

Ainda, lembre-se de que os clientes atuais já pesquisam preços e benefícios antes da compra. Dessa forma, procure divulgar seus produtos e serviços antes da Black Friday 2020!

Assim, ao disponibilizar suas campanhas com antecedência, você poderá não só conquistar o consumidor antes da data, mas também coletar dados importantes. Essas informações serão essenciais para criar estratégias mais assertivas durante todo esse período.

Quer um bom teste para a Black Friday 2020? Então, que tal uma ação bacana no Dia do Cliente, em 15 de setembro?

Conclusão

Agora que você já conhece o cenário da Black Friday 2020, não perca mais tempo e prepare sua marca para a data!

Mesmo enfrentando uma pandemia, a Black Friday ainda pode ser uma ótima oportunidade para aumentar sua base de clientes e crescer. Afinal, muitos consumidores enxergam na data uma ótima chance para as compras.

Então, siga nossas dicas e não deixe tudo para a última hora!

Maria Vittorello